Páginas

Audiência: Lindsay Lohan poderá pensar em acordo

  
Lindsay Lohan ao lado de sua advogada, Shawn Holley


Em audiência realizada nesta quinta-feira, dia 10, sobre o suposto roubo de um colar em uma joalheria, Lindsay Lohan e a promotoria ganharam mais duas semanas para chegar a um acordo sobre uma confissão de culpa ou de não contestação da atriz, informaram agências internacionais de notícias.

O juiz Keith Schwartz, da Corte Superior de Los Angeles, marcou uma nova reunião para o dia 25 deste mês, onde, novamente acompanhada de sua advogada, Lindsay dirá se aceita ou não a oferta feita pelos advogados de acusação (o que a levaria para a cadeia).

Se voltar a alegar inocência, haverá uma audiência preliminar – desta vez, com a juíza Stephanie Sautner – no dia 22 de abril, em uma oportunidade para que o caso não pare no tribunal. Esta juíza é quem decidirá se Lohan será considerada culpada e se ela violou termos de sua condicional.

Schwartz também aproveitou o encontro para pedir privacidade sobre as informações do caso que, frequentemente, estampam tablóides e veículos de entretenimento. 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário